Inovação é a chave para a produtividade

Para conseguir competir em um mercado cada vez mais globalizado, competitivo e dinâmico, essa é uma característica essencial de quem pretende empreender

Publicado em 15/10/2021 às 10:48 por Tatiane Bertolino
Fotografia: Divulgação


O sucesso de um pequeno negócio está diretamente ligado à sua capacidade de inovar. Para conseguir competir em um mercado cada vez mais globalizado, competitivo e dinâmico, essa é uma característica essencial de quem pretende empreender. Nesse sentido, a inovação é muito mais do que adotar tecnologias, como muitos pensam. Inovar é, antes de tudo, a capacidade de analisar o negócio a fundo e descobrir soluções de como executar uma melhor gestão e atender às necessidades do público.

Por meio da inovação, os donos de pequenos negócios conseguem aumentar a sua produtividade e eficiência, o que resulta em preços mais competitivos e produtos de melhor qualidade, que atendem às demandas do mercado. Estudo realizado pelo Sebrae, a partir do acompanhamento de quase 5 mil empresas que participaram do programa Brasil Mais e que introduziram inovação e melhorias no processo de gestão, mostrou que, em média, as empresas tiveram um aumento de 52% da sua produtividade e 18% de aumento do faturamento.


Chama ainda mais a atenção o fato de que essa melhoria no desempenho ocorreu entre novembro de 2020 e abril de 2021. Ou seja, em um dos momentos mais difíceis da pior crise sanitária dos últimos tempos enfrentada pelo Brasil, empreendedores conseguiram obter sucesso.


As empresas monitoradas fizeram parte do Programa Brasil Mais, iniciativa do governo federal em parceria com o Sebrae, Senai e ABDI, que visa aumentar a produtividade e competitividade das micro e pequenas empresas brasileiras


O programa também tem o intuito de acabar com a tese de que inovar é apenas para os grandes. Os pequenos negócios podem e devem agregar à sua cultura de gestão essa ferramenta. Todo esse processo de inovação e aumento da competitividade pode ser realizado sem o aumento de custos da empresa. É possível fazer mais com menos e agregar valor aos produtos que já existem, quando você diminui o desperdício ou otimiza o que já está sendo executado. 48% das empresas participantes do Brasil Mais apresentaram uma média de redução de custos em torno de 36% e mesmo assim, mais da metade delas conseguiu aumentar o seu faturamento.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias